1x1-500px-sRGB

Atualmente, somos dezenas de milhares de pessoas trabalhando, de alguma forma, na pesquisa, implementação, divulgação e ensino envolvidas na mudança de paradigma proposta pelo Patient Blood Management, um novo padrão de cuidado que, bem aplicado, salva vidas e melhora o prognóstico . de recuperação do paciente, reduz as internações hospitalares, capacita o paciente a decidir sobre o seu tratamento e, colateralmente, evita transfusões desnecessárias e economiza bilhões para os sistemas de saúde mundiais.

Algumas pessoas, organizações não governamentais, instituições públicas, laboratórios, meios de comunicação, etc. Aceitaram o desafio e comprometeram-se de forma destacada nesta causa, tornando-se autoridades e referência obrigatória de #PatientBloodManagement. Esta seção lhes presta homenagem e reconhece todo aquele trabalho que inspira outros a empreender projetos e iniciativas em favor do PBM, mas também visa proporcionar ao público em geral um percurso de pesquisa e estudo do universo de informação que compõe o PBM.

FUNDAÇÃO INTERNACIONAL PARA GERENCIAMENTO DE SANGUE DE PACIENTES

A Fundação Internacional para a Gestão do Sangue do Paciente está empenhada em garantir que o sangue do próprio paciente, este recurso humano único e vital, seja devidamente gerido e mantido em condições de saúde e doença. Para o efeito, a Fundação promove técnicas de gestão do sangue de pacientes médicos e cirúrgicos com base científica, destinadas a conservar o sangue do paciente e a minimizar ou evitar a necessidade de transfusão de componentes sanguíneos alogénicos.

O IFPBM é a organização à qual está filiada esta Sociedade Ibero-Americana de Gestão de Sangue de Pacientes e é reconhecida como uma das autoridades indiscutíveis no universo do PBM.
A sua vocação é muito diversificada, pois abrange todas as linhas de ação exigidas por uma causa tão complexa como esta. Em seu site é fácil encontrar recursos para ensino e implementação, divulgação científica para profissionais de saúde e divulgação para o público em geral.

É um site imperdível para todos os interessados nesta causa, especialmente útil para quem não tem conhecimento prévio de PBM e procura uma forma simples e didática de aprender tudo o que a mudança de paradigma proposta pelo Patient Blood Management acarreta.

 

Organizações não governamentais

SOCIEDADE PARA O AVANÇO DA GESTÃO DO SANGUE

Desde que foi fundada em 2001 por um grupo de voluntários, a “Sociedade para o Avanço da Gestão do Sangue” (SABM), deixou claro que a gestão do sangue do paciente (PBM) deveria ser o padrão de tratamento e que a transfusão de sangue deveria ser vista como o alternativa.

A SABM dedica-se a melhorar os resultados dos pacientes através da gestão ideal do sangue, mas também promove a educação e a formação para alcançar a mudança através de uma abordagem multidisciplinar à gestão e utilização do sangue dos pacientes. Isto é conseguido através da criação de uma fonte de conhecimento para todos os tipos de estratégias de gerenciamento de sangue de pacientes.

O objetivo do SABM é trabalhar para incorporar modalidades de gerenciamento de sangue de pacientes na prática clínica e ajudar o público e as comunidades médicas a perceber os benefícios de estratégias de PBM simples, seguras e eficazes.

Alguns recursos do site são exclusivos para associados e exigem o pagamento de uma assinatura para serem consumidos.

REDE PARA O AVANÇO DO GERENCIAMENTO DO SANGUE DO PACIENTE, HEMOSTASIA E TROMBOSE

A Rede para o Avanço no Gerenciamento do Sangue, Hemostasia e Trombose do Paciente foi fundada em 1998 como uma associação médica global independente dedicada ao avanço e promoção das melhores práticas clínicas no tratamento da anemia e deficiência de ferro, sangramento crítico e trombose.

Seu site oferece um fórum multidisciplinar único para o diálogo entre hematologistas, especialistas em medicina transfusional, anestesiologistas, médicos de cuidados intensivos e de emergência, cirurgiões, perfusionistas, enfermeiros, cientistas biomédicos e outros profissionais de saúde, e são esses mesmos profissionais que, uma vez por ano, detêm o Simpósio Anual NATA onde mais de 400 profissionais da indústria da saúde compartilham seus conhecimentos e geram novos projetos e alianças.

Ele ganhou o reconhecimento de seus pares com base em seu trabalho docente contínuo por meio de vários recursos audiovisuais, webinars mensais e um webinar global de 24 horas: Maratona PBM, que ele produz em colaboração com colegas e sociedades médicas de todo o mundo. Ferramentas com excelente qualidade de produção e alta demanda pela comunidade PBM. Seu Boletim Científico é único e mantém seus assinantes atualizados com as novidades que o mundo tem gerado em relação ao PBM.

Instituições Governamentais

PUBMED

PubMed é um recurso tecnológico gratuito para busca e recuperação de literatura biomédica e de ciências da vida com o objetivo de melhorar a saúde de cada pessoa e da comunidade. Está disponível ao público online desde 1996 como uma iniciativa do Centro Nacional de Informações sobre Biotecnologia (NCBI), da Biblioteca Nacional de Medicina (NLM) dos Estados Unidos, localizada nos Institutos Nacionais de Saúde (NIH).

É a fonte de informação biomédica mais importante do planeta, contendo mais de 36 milhões de citações e resumos da literatura biomédica e, embora não inclua artigos em texto completo, os links para o texto completo geralmente estão presentes quando estão disponíveis em outros fontes, como o site do editor ou PubMed Central (PMC).

É o repositório por excelência no mundo da medicina que permite registar e consultar o conteúdo da base de dados Medline e referências de 6.000 revistas biomédicas em mais de 35 idiomas de 70 nacionalidades diferentes.
Todos os pesquisadores, profissionais e autores da área de biomedicina utilizam o Pubmed como
ferramenta indispensável para buscas sistemáticas de literatura científica médica.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE

Em abril de 1945, durante a Conferência de fundação das Nações Unidas, realizada em São Francisco, EUA, representantes do Brasil e da China propuseram a criação de uma organização internacional dedicada a organizar ações globais em favor da saúde.

A Constituição da OMS entrou em vigor em 7 de abril de 1948 e desde essa data e com sede em Genebra, na Suíça, não parou de crescer, alcançando hoje mais de 7.000 funcionários, 6 escritórios regionais e escritórios nacionais em 150 estados membros.

Pode-se dizer que a OMS é um dos últimos aliados a aderir à causa da mudança do paradigma da gestão do sangue. É claro que a sua contribuição tem sido valiosa e influente na expansão da Gestão de Sangue de Pacientes nos últimos anos.

Com uma primeira declaração morna em 2019, a OMS convenceu-se e após algumas outras publicações, apresentou o relatório em 2021: «A necessidade urgente de implementar a Gestão do Sangue do Paciente – relatório de política

AUTORIDADE NACIONAL DE SANGUE AUSTRÁLIA

O principal negócio da Autoridade Nacional de Sangue (NBA) é fornecer um sistema de fornecimento de sangue que responda às necessidades dos pacientes, baseado na prática clínica baseada em evidências e que garanta que o fornecimento de sangue da Austrália seja seguro, adequado e acessível agora e no futuro. É uma autoridade estatutária que representa os interesses dos governos australianos e estaduais e territoriais, e faz parte da carteira de saúde do governo australiano.

É um grande aliado na promoção da Gestão do Sangue do Paciente e demonstra isso pela quantidade e qualidade de recursos que disponibiliza no seu site, começando por uma secção principal dedicada ao PBM onde se encontram documentos de grande valor, como por exemplo a série de Diretrizes baseadas em evidências para gerenciamento de sangue de pacientes, que compreendem seis módulos, compostos por guias abrangentes que abordam tópicos aprofundados como: PBM para pacientes adultos com sangramento crítico, Perioperatório, Médico, Cuidados Intensivos, Obstetrícia e Maternidade, Neonatal e Pediatria.

 

 

Ensino

BLOODSAFE ELEARNING AUSTRÁLIA

1

Meios de comunicação

VAMOS FALAR SOBRE O GERENCIAMENTO DO SANGUE DO PACIENTE

1

A necessidade urgente de implementar o Gerenciamento de Sangue do Paciente

Português (Portuguese)
Translation

× Close